Descubra qual é o seu tipo de cabelo crespo

Sempre tive curiosidade de saber mais sobre o meu tipo de cabelo. Em casa, eu e minhas irmãs (são duas) sempre “disputávamos” para ver quem tinha o cabelo mais crespo. Para aumentar a “competição”, minha mãe contava os malabarismos que fazia para lavar, pentear e trançar três cabeças de meninas que viviam fazendo careta só de olhar para o pente (é verdade que de vez em quando ela se esquecia de que tínhamos orelhas e passava o pente sem dó).
Sempre achei que o meu cabelo era muito crespo, mas na “disputa”, minha irmã mais velha era a eterna campeã. Brincávamos que o cabelo dela era uma espécie de carapaça, praticamente impermeável (brincadeirinha!). Hoje, depois de tantos anos, resolvi acabar com essa dúvida. E o que descobri vou passar agora para vocês.

Segundo a cabeleireira Solange Dias, existem quatro tipos de cabelo crespo: o kinky, o carapinha, o muito crespo e o crespo. Para saber qual é o seu tipo, veja as características e os cuidados que cada um requer. Vale lembrar que estou considerando o fio natural, não quimicamente tratado, ok? (se seu cabelo estiver com química, espere até que cresça alguns centímetros para poder avaliá-lo)

- Kinky: o nome é em inglês porque não encontrei uma palavra em português que o traduzisse melhor. É o mais crespo de todos, crespíssimo mesmo. Os fios geralmente são finos, em forma de ziguezague, costumam ter pouca densidade (isto que dizer que quando ele é alisado, fica com pouco volume).

Existe uma crença de que o cabelo crespo é forte, no caso do kinky é pura fantasia. Entre os crespos é o cabelo mais frágil e o mais seco, quebra com muita facilidade. Embaraça constantemente e também forma nós.

Lavar os fios com xampu comum, nem pensar! Só penteie e desembarace os cabelos quando estiverem úmidos (o excesso de água impede que haja uma boa absorção do condicionador). O ideal, segundo Solange Dias, é usar xampu desembaraçante, passar condicionador, leave-in (condicionador sem enxágue) e pomada na raiz do cabelo (assim o couro cabeludo ficará umidificado, o que ajudará no crescimento dos fios). Seguindo este processo, depois de algum tempo, os cabelos ficarão mais soltos e maleáveis na hora de pentear.

 

O kinky da cantora Zolani Mahola (vocalista da banda africana Freshlyground). Você se lembra da música Waka Waka, o hino da Copa do Mundoa na África? Então, é ela que aparece cantando com a Shakira no vídeo.

- Carapinha (ou encarpinhado): este seria um pouco menos crespo do que o kinky, mas ainda é crespíssimo. Por isso, as características citadas para o kinky também vale para o carapinha. Os fios podem ser finos, médios ou grossos. Quem tem este tipo de cabelo é melhor consultar um profissional antes de utilizar alguma química, porque ele quebra com facilidade.

O processo de lavagem é: xampu sem sal, condicionador, leave-in e pomada na raiz. A pomada é um produto chave porque vai deixar os fios mais fofos e fáceis de manusear. Use leave-in todos os dias.

 A performática Shingai Shoniwa (cantora da banda inglesa Noisettes - adoro!) prova que o cabelo carapinha pode ser cheio de estilo

- Muito crespo: como característica principal, os fios deste tipo de cabelo crescem em forma de espiral da raiz até as pontas (diferente dos encaracolados que crescem lisos na raiz e formam os cachos ao longo dos fios). O cabelo muito crespo, que pode ser fino, médio ou grosso, costuma ser bem desidratado porque a curvatura dos fios dificulta o processo natural de hidratação.

Desembarace os fios após as lavagens, quando o cabelo estiver úmido, e com pente de dentes largos. O processo de lavagem segue o mesmo dos anteriores, e pomada da raiz às pontas. Leave-in todos os dias (santo leave-in!). E evite o secador, porque deixará o cabelo arrepiado. O melhor é deixar que os fios sequem naturalmente.

Um bom exemplo de cabelo muito crespo: a contrabaixista e cantora Esperanza Spalding (voz maravilhosa!)

- Crespo: nos cabelos crespos os fios também crescem em forma espiral, só que é uma espiral com a curvatura mais larga. É um cabelo mais maleável, porém apresenta os mesmos problemas do muito crespo. Do que ele gosta? Hidratar, hidratar e hidratar, pelo menos uma vez por semana (na verdade, isto vale para todos os crespos).

Procure produtos que tenham na sua formulação óleos emolientes que vão nutrir e deixar os fios mais soltos. Também escolha xampus e condicionadores sem sal. Só penteie os fios no dia da lavagem, nos outros dias você já sabe: passe leave-in e desembarace os fios com dos dedos. 

A cantora britânica Corinne Bailey Rae e sua cabelereira como exemplo de crespo (dê uma olhada no vídeo Paris Nights, New York Mornings, o visual dela está incrível. Eu quero tudo: o vestido, a maquiagem e os cabelos ao vento)

18 Comments to “Descubra qual é o seu tipo de cabelo crespo”

  1. Mariangela Miguel disse:

    Raramente cabelo crespo é oleoso. O que acontece muitas vezes, é que o excesso de cremes pode deixar o couro cabeludo oleoso. É esse o seu caso?
    Abs

  2. manuely disse:

    quero saber como tratar de cabelos oliosos

  3. Mariangela Miguel disse:

    Oi, Acacio
    Todas as dicas que dou no blog para as meninas, também vale para cabelos crespos masculinos. Sei que os homens não gostam de toucas térmicas, mas podem passar os cremes ou os óleos e deixar agir por alguns minutos. Já que seu cabelo está curtinho, seria muito bom se pudesse passar, pelo menos tres vezes por semana, um pouco de azeite e massagerar o couro cabeludo, antes de dormir. Nas lavagens, evite passar muito xampu e sempre use um condicionador para deixar os fios hidratados. Você pode usar xampus e condicionadopres que agem rapidamente (em um ou dois minutos). Assim fica mais fácil fazer tudo isso durante o banho. Conforme o cabelo for crescendo, seria interessante que passasse um pouco de leave-in. Pode ser um mais leve, apenas para manter a hidratação, dar forma aos cachos e proteger dos fios. Prometo fazer um post mais detalhado para os meninos.
    bjs.

  4. Acacio disse:

    Oi, meu nome é Acacio. Tenho vinte e quatro anos e sempre raspei a minha cabeça, ficando sempre bem carequinha. Eu acho que eu fico bem careca, e todo mundo adora, mas eu tenho muita vontade de deixar o meu cabelo crescer e ter um estilo black bem bonito e natural. Pelo que vc disse, o meu cabelo é “muito crespo”.
    A minha dificuldade maior é que como nunca tive cabelo comprido, não tenho nenhuma prática de como deixa-los crescer de forma saudavel desde pequenos. Ao final: Eles estão começando a crescer agora e estão com menos de um cm , e como devo cuidar deles? Só com xampu? Devo usar condicionador? Leave-in? Me ajude por favor! E parabens pelo site, ele é o máximo!

  5. Mariangela Miguel disse:

    Oi, Elisa

    Sua filha ainda é muito novinha para começar a usar química. Mesmo que o cabeleireiro diga que só vai soltar os cachos, que a química é fraquinha, ela não tem idade nem estrutura física para fazer isso.
    A química pode danificar o couro cabeludo e até prejudicar a saúde da menina. Por isso existe esta proibição até os 12 anos de idade.
    Muitas das dicas que dou no site podem ser usadas para crianças, mas tome o cuidado de escolher produtos que sejam o mais natural possível e livres de álcool.
    Você pode usar e abusar dos óleos vegetais como o de oliva, coco, abacate, castanha-do-para. Pode passar o óleo à noite (uma pequena quantidade), fazer algumas tranças na hora de dormir. Assim vai ficar muito mais fácil lidar com cabelo na manhã seguinte. Faça, também, um bom corte para retirar o cabelo danificado.
    Acho importante que converse com sua filha e explica, numa linguagem que ela possa entender, que durante algum tempo não poderá usar o cabelo solto do jeito que gostaria, mas que vocês vão se divertir fazendo muitos penteados.
    Use e abuse de fivelas, lacinhos, faixas e elásticos coloridos. Ajude-a a gostar do próprio cabelo e a cuidar dele adequadamente. Isso é muito importante para a auto-estima dela.
    Quando for lavar, condicionar ou desembaraçar o cabelinho dela, nunca diga que tem cabelo demais, que é difícil para pentea-los, nem deixe transparecer nenhuma emoção negativa. Faça tudo de modo leve e divertido, para que ela não crie alguma rejeição ao próprio cabelo, ok?.
    Bjs e dê notícias!

  6. Ana Claudia disse:

    Boa noite!
    Adorei o site ! depois de tanto pesquisar e sites americanos sobre transição ao cabelo natural e cuidados , este foi o único Brasileiro que achei ; espero encontrar mais!!!

  7. Elisa disse:

    Ola boa noite meu nome é Elisabete, tenho uma filha de 4 anos vai fazer 5 em julho ela tem muito cabelo, sempre levei ela ao beleza natural no rj mas agora esta proibido só apartir de 12 anos, com a falta da quimica o cabelo dela ta horrivel, tem partes que ficam com cachinhos e outras não, ela adora usar cabelo solto, por isso acabei levando ela num tão de brilhos dos cachos que passaram alguma coisa de sodio..piorou a situação, o cabelo ate deu uma abixada no volume mas ta muito fraco, ressecado, e onde tinha a quimica do beleza natural (nas pontas) esta quebrando, gostaria de saber se estas dicas que dão em seu site ( muito boas) eu posso usar nela, o que vc me recomeda??? me ajuda, minha filha diz que andar de cabelo solto e andar “descabelada” e não sei mas que dizer a ela, ela pede todo dia : mãe posso ir descabelada pra escola, passear etc. mas do jeito que tá não da e não sei o que fazer, os salões não querem fazer nada… as hidratações não tem ajudado muito…me ajude por favor!!

  8. Karina disse:

    Oi, pessoal
    algem pode me dizer se pomada é o mesmo que Leave-in?

  9. Mariangela Miguel disse:

    Sim, é a mesma coisa. Leave-in em inglês, creme para pentear em portugues.

  10. Emanuella disse:

    Leave-in seria o mesmo que creme pra pentear?

  11. Sonia disse:

    Hoje em dia temos mais refências de mulheres negras com o cabelo natural,coisa que faltava na época de nossas mães e avós, mas ainda falta a informação de como tratá-los. O que é uma pena, porque muitas quase chegam lá porque desistem no meio do caminho.

  12. Ana disse:

    Eu tenho todos esses cabelos aí! kkkkk Bjsssss!

  13. Fabiana Cristina Martins Silva disse:

    Adorei o post!

    descobri seu blog por acaso inclusive no dia que mudei radicalmente meu cabelo. Sempre relaxei mais depois de um procedimento mal feito resolvi mudar… cortei o cabelo para tirar toda a quimica e fiz um amaciamento paa definir os cachos, tudo feito num salao especializado em cabelos afros e com uma profissional sensacional, que me deu uma confiança. Tenho gostado bastante do resultado…
    Estou adorando os elogios!!! rssrs

    Viva os cabelos CREPOS!!!!

  14. Priscila Gama disse:

    Noooossa, era a resposta que eu estava procurando pra ter uma noção do futuro dos meus cabelos sem química. Excelente! Parabéns!

  15. Aline disse:

    Adorei a proposta do site. Atualiza ele com mais frquencia! bjos

  16. Grace disse:

    Adorei o post!
    Saber direito qual é o seu cabelo dá para tratar bem melhor.
    bjs!!

  17. Viviane disse:

    Adorei o post! Sempre achei que meu cabelo fosse crespo e descobri que ele é apenas meio ondulado! Obrigada pelas informações!

  18. Felipe disse:

    Resolvi comentar aqui só por ter visto as fotos de duas das melhores cantoras da atualidade. maravilhosas!

Leave a Reply

(obrigatório)

(obrigatório)