Qual a hora certa para aparar o cabelo?

Para quem tem cabelo crespo, nada assusta mais do que uma tesoura. Já tive algumas experiências bem traumáticas no cabeleireiro, daquelas que você entra com o cabelo comprido e sai no estilo joãozinho.

Embora muitas meninas acreditem que quanto mais tempo ficar sem cortar, mais o cabelo irá crescer, isto não é verdade. Aparar o cabelo é fundamental e deve ser feito pelo menos a cada três ou quatro meses.

Um dos sinais de que chegou a hora de aparar os fios é quando eles ficam ressecados e quebradiços, mesmo após uma hidratação. Você vai notar que não importa a quantidade de leave-in que passe, o cabelo fica sempre com cara de maltratado.

Outro sinal importante é o aparecimento de pontas duplas e o excesso de frizz. Quando você observa seu cabelo no espelho, percebe que da raiz até a metade do fio está hidratado, mas as pontas estão arrepiadas (mesmo depois de passar sérum ou silicone). Como as pontas duplas não podem ser reparadas, o ideal é cortá-las. Caso contrário, o cabelo ficará sempre danificado.

Mais um sinal: se você tem a impressão de que seu cabelo cresce devagar ou parou de crescer, comece a apará-lo com mais freqüência e use produtos apropriados para evitar as quebras dos fios.

O cabelo crespo natural que não é aparado regularmente, também não retém muito bem a hidratação e fica difícil de pentear.

Mas o quanto se deve cortar? Geralmente, eu tiro de meio a um centímetro, mas é claro que isso depende do quanto o cabelo está danificado.

Quem está na fase de transição do alisado para o crespo natural, pode tirar uns 2,5 centímetros das pontas alisadas, assim a parte natural crescerá mais rápido.

Como aparar?

Cada cabeleireiro tem suas preferências. Alguns profissionais gostam de cortar depois que o cabelo foi seco com secador, porque acreditam que dá para ver melhor as pontas danificadas.

Outros preferem os fios úmidos, porque os cabelos crespos ficam mais maleáveis. E há ainda aqueles que penteiam todo o cabelo seco para cima para retirar as pontas.

Eu gosto de aparar meu cabelo quando está úmido, e quando não dá para ir ao cabeleireiro, é minha mãe que entra em ação. Conforme ela vai aparando, sempre é preciso borrifar um pouco de água para manter os fios sempre umedecidos.

Mais um lembrete: a melhor maneira de cortar o cabelo crespo é com tesoura, navalha nem pensar! A tesoura precisa ser de qualidade para garantir um bom corte. Comprei a minha na Ikesaki, não é barata, mas como que sempre digo, vale o  investimento.

Quando for ao salão, certifique-se de que o cabeleireiro realmente sabe cortar cabelo crespo (vou fazer um post sobre isto).

Cabelo crespo curto: versátil, moderno, demais!

 

Uma das principais tendências para os cabelos no verão é o corte curto. Quando digo curto, é curto mesmo! Algo entre as orelhas e o maxilar (até a altura do queixo). Tenho que confessar que adoro este comprimento para os meus cabelos.

A primeira vez que optei pelos curtos, foi depois que passei por um processo químico que acabou não só com o meu cabelo, mas com o couro cabeludo também (e quase levou o meu cérebro junto).

Demorou um ano para que o meu cabelo ficasse saudável novamente. Mas depois de ficar tanto tempo só usando o cabelo preso, fui a uma cabeleireira de confiança (encontrei uma após pesquisar muito!) e pedi para fazer um corte radical. Como tenho rosto miúdo, o corte ficou ótimo e realçou os meus olhos. Sei que é uma decisão extremamente difícil para quem tem cabelos crespos. Mas se você está naquele momento que deseja mudar de visual, esta pode ser uma boa opção.

Uma das coisas mais importantes que você deve levar em consideração é o formato do seu rosto. Para não errar, recomendo que você marque uma consulta com um cabeleireiro de confiança (está palavra é tudo!) que vai fazer esta análise, indicar o melhor corte para você e ainda ensinar como cuidar corretamente do seu novo visual.

Maquiagem: uma das coisas que aprendi nesses anos de cabelo curto é que maquiagem é fundamental. Ela não precisa ser usada em excesso, apenas o suficiente para realçar os melhores traços. Outro detalhe: as sobrancelhas devem estar impecáveis, nenhum pelinho fora do lugar.

Tenha certeza de que estão no formato certo. Se você tem pouca sobrancelha, passe um pouco de sombra para dar maior definição. Eu uso o Duo Perfect  da Contém 1g, fica muito natural. Nos blogs Dia de Beauté da Vic Ceridono e 2Beauty da Marina Smith, você vai encontrar milhares de dicas sobre maquiagem.

Leave-in para sempre: o que vale para o cabelo crespo comprido, também vale para o curto: hidratar sempre, passar leave-in e, dependendo do corte, você poderá recorrer às pomadas, silicones e mousses.

Se você ainda não acredita que o cabelo crespo curto pode ser uma opção moderna, divertida, chique e muito versátil, aqui estão algumas propostas que podem fazer você mudar de ideia.